fbpx

Tudo sobre as novas cultivares de soja com resistência ao nematoide do cisto

Resistência ao nematoide do cisto da soja

O mecanismo de resistência das cultivares de soja ao Nematoide do Cisto da Soja (NCS) (Heterodera glycines) é, normalmente, a reação de hipersensibilidade. Ou seja, os tecidos da planta de soja afetados morrem, o nematoide não se desenvolve e acaba morrendo.

Existem, no mercado, várias cultivares de sojas resistentes normalmente apenas às raças 1 e 3 do NCS.

Uma cultivar lançada este ano pela Embrapa, Fundação Cerrados e Fundação Bahia, a BRS 7581RR, tem resistência a quatro raças do NCS: 1, 3, 5 e 14.

Mesmo tendo várias cultivares de soja no mercado, é necessária a contínua busca por novas variedades que sejam resistentes a mais raças do NCS e a novas fontes de resistência, pois o nematoide apresenta alta variabilidade genética.

Por isso, várias instituições de pesquisa trabalham para obtenção de cultivares resistentes de soja.

Para entender melhor como essas pesquisas são realizadas, vou comentar sucintamente sobre um trabalho desenvolvido pela UFMT para seleção de genótipos de soja resistentes a raças do NCS.

Estudos sobre resistência ao nematoide do cisto da soja

No estudo da UFMT foram testadas linhagens e cultivares de soja provenientes do Programa de Melhoramento Genético da Universidade Federal de Uberlândia.

Para a pesquisa, foi avaliada a resistência dos genótipos às raças de NCS: 1, 2, 4, 5, 6 e 14.

Também foram incluídas no teste algumas cultivares diferenciadoras (padrão de suscetibilidade e resistência) para caracterização das raças.

Foram analisadas algumas variáveis como: altura de plantas, diâmetro do caule e número de fêmeas do NCS nas raízes.

E, ao final, têm-se as cultivares que apresentaram resistência, algum grau de resistência ao nematoide do cisto ou são suscetíveis a ele.

Lembre-se que foram e são realizados muitos trabalhos para desenvolvimento de cultivares resistentes de soja por várias instituições de pesquisas.

E os trabalhos apresentam muitas diferenças quanto à execução e desenvolvimento para a obtenção de novas cultivares com resistência ao nematoide do cisto.

resistência ao nematoide do cisto
Fêmeas do nematoide do cisto da soja / (Fonte: C. Grau em Crop Protection Network)

Você observou que falamos de raças do NCS. Mas, afinal, o que são essas raças?

Raças do Nematoide do cisto da soja

Raça fisiológica é habilidade de uma determinada população em parasitar determinada planta hospedeira. Ou seja, são populações de nematoides que a maioria tem preferência por parasitar uma hospedeira.

Já foram encontradas 11 raças de NCS no Brasil. Essas raças são denominadas 1, 2, 3, 4, 4+, 5, 6, 9, 10, 14 e 14+.

As raças 4+ e 14+ somente foram descritas no Brasil e diferem das raças 4 e 14 por parasitar a ‘Hartwig’, uma cultivar de soja norte-americana até então resistente a todas as raças conhecidas nos EUA.

Ainda não sabe se tem problemas com esse nematoide na sua fazenda? Veja a seguir como descobrir:

Como saber se tenho o nematoide do cisto na minha área? Veja os principais sintomas

Na cultura da soja, o NCS causa a doença nanismo amarelo da soja.

Como o nematoide penetra na raiz, isso interfere na absorção de água e nutrientes, provocando porte reduzido (plantas pequenas) e clorose na parte área das plantas. Esses sintomas, normalmente, acontecem em reboleira.

Pelos danos causados nas raízes, algumas plantas podem acabar morrendo.

resistência ao nematoide do cisto
Danos causados por nematoides na soja, sintoma em reboleira / (Fonte: Grupo Cultivar)

Para o diagnóstico correto, deve-se observar as fêmeas presas nas raízes das plantas ou cisto no solo. Normalmente, as raízes das plantas atacadas ficam com desenvolvimento reduzido.

A análise de solo pode te auxiliar na identificação do nematoide do cisto da soja. Falamos recentemente sobre isso aqui no blog. Confira: “Nematoide de cisto: como afeta sua lavoura e o que fazer para se livrar dele”.

Manejo integrado do nematoide do cisto da soja

O cisto é uma importante estrutura para a dispersão do nematoide em áreas de cultivos, por ser resistente e leve.

Você pode disseminar o NCS de uma área infestada para uma área sem a presença do nematoide pelo transporte de solo infestado.

Esse transporte pode ocorrer pelo trânsito de máquinas e implementos agrícolas, sementes que apresentem partículas do solo, vento, água e outros.

Assim, em muitas áreas (propriedades) não infestadas pelo NCS, a prevenção da sua entrada é muito importante.

Algumas medidas relacionadas à prevenção são:

  • Limpeza de máquinas e implementos agrícolas vindas de outras áreas de cultivo. Deve-se realizar a limpeza de equipamento, veículos e até calçados vindos de áreas infestadas com o NCS;
  • Sementes sadias e certificadas.

Se o nematoide já estiver presente na sua área, você precisará conviver com o NCS, pois a erradicação desse fitonematoide é muito difícil.

Dessa forma, algumas medidas de manejo são:

  • Rotação de culturas com plantas não hospedeiras do NCS como: milho, arroz, sorgo, algodão, entre outras;
  • Controle químico e biológico: o tratamento pode ser aplicado diretamente no solo ou no tratamento de sementes;
  • Cultivares resistentes. As cultivares resistentes de soja que são mais disponíveis no mercado são resistentes às raças 1 e 3.

Além disso, plantas armadilhas (o nematóide penetra, mas não completa seu desenvolvimento) também pode ser utilizadas.

Veja aqui Como a crotalária controla nematoides em sua lavoura.Lembre-se que o uso de cultivar resistente não deve ser feito sozinho como medida de manejo.

O uso somente da técnica de controle genético (cultivar resistente) e utilização da mesma fonte de resistência pode promover pressão de seleção sobre a população do patógeno e selecionar indivíduos capazes de parasitar as plantas que eram resistentes (perda da resistência).

Por isso, é importante um manejo integrado, utilizando diferentes técnicas.

resistência ao nematoide do cisto
(Fonte: Michigan Soybean Promotion Committee)

Conclusão

Existem no mercado cultivares de soja com resistência ao nematoide do cisto, porém apenas a poucas raças.

Neste artigo, falamos sobre elas, sua obtenção e raças que o nematoide apresenta.

Também comentamos sobre os sintomas que o NCS pode causar na soja, sua disseminação e melhores manejos.

*Gressa Chinelato é Engenheira Agrônoma e mestre pela ESALQ/USP. Atualmente, estou cursando MBA em Agronegócios e fazendo doutorado no Programa de Fitopatologia na ESALQ.


SEGURO AGRÍCOLA
Com a necessidade do produtor rural ter um seguro de lavoura sem burocracia, de fácil contratação e que protegesse seus altos investimentos contra intempéries climáticas, a SEGURAGRO inovou os serviços de atendimento e assessoria na contratação de seguro agrícola de lavouras para culturas de soja, milho, trigo, feijão, café, cana-de-açúcar e outras culturas.

SAIBA MAIS SOBRE SEGUROS AGRÍCOLAS

Fonte: Gressa Chinelato - Engenheira Agrônoma e mestre ESALQ/USP