fbpx

Tendência do Tempo para o Brasil

Próximos cinco dias com chuvas frequentes e volumosas entre o Sul e o Sudeste do Brasil

Destaque para o litoral que recebe os maiores acumulados desde Santa Catarina até o Rio de Janeiro. A chuva ganha força também no interior, entre Paraná, São Paulo, sul de Minas e Mato Grosso do Sul entre quarta e a sexta-feira desta semana. Posteriormente, a partir do fim de semana, uma massa de ar mais seco mantém o tempo mais firme e a a chuva dá uma trégua nestas áreas por alguns dias. Ao mesmo tempo, a umidade vai se concentrar no centro-norte do Brasil e tem previsão de chuva generalizada entre Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e MATOPIBA a partir de 16 de novembro.

REGIÃO SUDESTE



12/11
Nesta terça-feira a chuva mais volumosa se estende desde a costa de São Paulo até o Espírito Santo, o sol aparece pouco e as temperaturas não sobem, toda essa área requer atenção para transtornos, devido aos elevados acumulados previstos. Nas demais áreas do sudeste, com exceção ao norte mineiro onde o tempo é firme, a chuva acontece em forma de pancadas intercaladas com períodos de melhoria, durante as aberturas de sol as temperaturas se elevam.

13/11
Na quarta-feira a frente fria já se afastou em direção ao oceano, mas a chuva intermitente ainda persiste na costa da região, dessa vez o volumes mais elevados são esperados para o estado capixaba. A condição para chuva se espalha também ao norte mineiro, de forma mais isolada e passageira. No interior paulista pancadas com raios e trovoadas não são descartadas.

Previsão estendida
Quinta-feira há possibilidade para formação de um ciclone subtropical (área de baixa pressão) que favorece mais chuva no Sudeste, especialmente no estado de São Paulo, onde há previsão de acumulados em torno de 30 milímetros em toda a metade sul do estado. O tempo mais uma vez fica nublado com chuva a qualquer hora no litoral paulista. O norte de Minas ainda fica com tempo seco. O feriado começa ainda com chuva e temperatura bem amena no litoral paulista, Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais, mas no decorrer do sábado e domingo, as chuvas diminuem entre essas áreas. Por outro lado, as instabilidades avançam pelo norte mineiro e Espírito Santo, onde na semana que vem a chuva será forte e volumosa.

REGIÃO SUL

12/11
Nesta terça-feira as instabilidades perdem força no Sul. Em grande parte do Rio Grande do Sul o dia será de tempo firme, com sol entre poucas nuvens, há condição para chuva apenas em áreas do nordeste gaúcho. Entre Paraná e Santa Catarina mais um dia com predomínio de nebulosidade e chuva fraca a qualquer hora do dia na faixa leste do dois estados. Nas demais áreas a chuva acontece de forma isolada e passageira.

13/11
Na quarta-feira, novas instabilidades se formam na região sul e com isso a expectativa é de retorno para as pancadas de chuva mais intensas entre a metade norte de Rio Grande do Sul e Santa Catarina, os volumes são altos e podem estar associados a transtornos como alagamentos, queda de árvores, deslizamentos de encostas, a chuva acontece a qualquer hora do dia de forma contínua e persistente. Em áreas mais ao sul do estado gaúcho e no Paraná a condição para pancadas de chuva é mantida, mas de forma mais pontual e com menos acumulados.

Previsão estendida
O avanço de uma nova frente fria volta a provocar chuva forte no Sul quinta-feira. Há previsão de acumulados entre 30 e 50 milímetros do norte gaúcho ao sul do Paraná. Aliás, em todo o estado paranaense a chuva deve ganhar força, porque para reforçar as instabilidades há possibilidade para formação de um ciclone subtropical entre a costa do Paraná e São Paulo. Ao longo do fim de semana as instabilidades perdem força no Sul. A tendência é de melhora no tempo, chuvas com menor intensidade e volume, além de temperaturas em elevação.

REGIÃO CENTRO-OESTE

12/11
Instabilidade em altos níveis da atmosfera deixam a região noroeste mato grossense com chance de chuva volumosa nesta terça-feira. Os temporais ocorrem também no oeste do Mato Grosso do Sul, apesar da chuva ser menos volumosa do que nos últimos dias. A condição é de pancada generalizadas por toda a região centro-oeste do país, com exceção do leste de Goiás onde o dia é firme e ensolarado.

13/11
Um corredor de umidade que vem da amazônia aumenta a formação de nuvens no Mato Grosso do Sul, causando pancadas mais fortes pelo estado. Além disso, chove na forma de pancadas isoladas nas demais regiões. Tempo firme e chuvas leves apenas no norte de Goiás.

Previsão estendida
Há risco de chuva forte especialmente entre o norte de Mato Grosso do Sul na quinta-feira. Pancadas isoladas também tem chance de ocorrer até o fim do dia em grande parte do Centro Oeste, inclusive entre Goiânia e Brasília. Tendência de tempo instável no decorrer do final da semana, com sol e calor pela manhã e chuvas a tarde. E na semana que vem a chuva continua, há acumulados acima de 30mm previstos entre Goiás e Mato Grosso.

REGIÃO NORDESTE

12/11
Terça-feira segue com tempo firme e temperaturas elevadas na região nordeste do Brasil. Associada a um massa de ar seco que atua sobre a região.

13/11
A chance de chuva volta a aparecer na quarta-feira, mas somente para o oeste do Maranhão e litoral sul da Bahia. Essa chuva acontece na forma de pancadas e os acumulados não serão altos. Nas demais áreas o tempo continua firme e seco, sem chance de chuva.

Previsão estendida
Chuvas isoladas, sem grande volume ocorrem no litoral desde Aracaju até Recife. Além disso, pode chover em pontos isolados do sul maranhense. As demais áreas do Nordeste registram mais um dia de tempo firme. No decorrer do final de semana a chuva começa a retornar ao centro norte do Brasil, ao longo da semana que vem há previsão de acumulados maiores que 20mm entre o sul e oeste da Bahia, sul do Piauí e Maranhão. No extremo oeste do Pernambuco, Paraíba e sul do Ceará também pode voltar a chover, mas de forma mais isolada e sem grande volume.

REGIÃO NORTE

12/11
Terça-feira sem grandes mudanças, o dia começa quente e ensolarado e a sensação é de abafamento. Durante à tarde aumentam a chances para as pancadas de chuva que ocorrer intercaladas com períodos de melhoria onde o sol aparece.

13/11
Na quarta-feira pouca coisa muda, com predomínio de sol e calor pela manhã e início da tarde e pancadas de chuva fortes com trovoadas até o fim do dia.

Previsão estendida
Quinta-feira o tempo segue abafado e com possibilidade de pancadas isoladas em praticamente todo o Norte. No decorrer do fim de semana e na semana que vem, o destaque fica para o retorno de chuvas mais expressivas entre o Tocantins e sul do Pará, com acumulados que podem superar os 30mm entre o domingo (17) e a quarta-feira (20).