fbpx

Sanidade é o maior patrimônio do suinocultor, aponta debate

O maior valor que qualquer granja produtora de suínos possui está além da sua estrutura física e abrange especialmente a sanidade. E esta não é uma conquista individual, mas da união de todos os elos da cadeia produtiva, do poder público e da iniciativa privada, apontou os debates da Comissão Técnica (CT) de Suinocultura da FAEP, realizada na sede da entidade, em Curitiba, no dia 19 de setembro.

Os participantes discutiram diversos outros aspectos, como os custos de produção, fim da vacinação contra febre aftosa no Estado e as oportunidades abertas com o acordo comercial entre União Europeia e Mercosul. Um panorama de cada região também fez parte.

O presidente da CT de suinocultura, Reny Gerardi de Lima, enfatizou a máxima de que o valor das propriedades rurais, hoje, é ilusório se não houver o reconhecimento internacional de que o Paraná tem um sistema sanitário forte e organizado.



“Somos produtores conscientes, formadores de opinião, temos que ajudar a superar cada desafio para continuarmos avançado. Nosso investimento mais importante é em sanidade, temos que ter animais sadios lá dentro das nossas granjas. Isso que temos que incutir na cabeça dos nossos colaboradores e mostrar ao mundo que essa é a nossa maior preocupação todos os dias”, recomendou Gerardi.

Fonte: CNA