fbpx

Previsão: Toda região Sul do Brasil tem risco de geada forte na próxima segunda-feira (19)

As previsões mais recentes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) continuam indicando queda expressiva nas temperaturas em parte do país nos próximos dias. De acordo com Kleber Souza, meteorologista do Inmet, uma frente segue em atuação na região Sul do Brasil. O meteorologista alerta ainda para a entrada de uma nova massa de ar frio, com previsão de geada intensa na próxima semana.

O sistema mantém a condição de chuva em quase todo o estado Paraná, com previsão de precipitação entre 20mm e 40mm nas próximas 24 horas. Também neste período, o modelo mantém a previsão de chuva para o extremo sul do Mato Grosso do Sul, com precipitação entre 20mm e 30mm. Amanhã, dia 17, o modelo mantém a condição de chuvas nessas áreas, incluindo também o avanço da instabilidade para o extremo sul de São Paulo.

Conforme o sistema avança para o oceano, uma massa de origem polar começa a derrubar as temperaturas na região sul do Brasil. De acordo com Kleber, o frio é menos intenso quando comparado com o evento climático registrado em junho, mas ainda assim vai se configurar como “friagem”, derrubando as temperaturas em várias regiões do país e favorecendo o risco de geada com intensidade entre moderada e forte em algumas áreas.

“O bloqueio atmosférico é rompido apenas para a entrada do frio. Há condição de chuvas na faixa leste da região Sudeste, mas neste período do ano as chuvas não avançam e o interior do Brasil continuam com o tempo muito seco”, comenta o meteorologista.

Em relação às geadas, o Inmet prevê condição para o evento climático a partir de domingo, dia 18, com intensidade entre fraca e moderada no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, enquanto o sul do Paraná tem previsão apenas de geada fraca.

A partir de segunda-feira (19), as preocupações aumentam para áreas de produção do milho safrinha. O meteorologista alerta que as temperaturas podem chegar a -5ºC em algumas áreas, e os mapas sinalizam geada com intensidade forte no sul do Paraná, Santa Catarina e extremo norte do Rio Grande do Sul. Além disso, o ar frio avança também para o Mato Grosso do Sul e São Paulo com intensidade moderada e para o sul de Minas Gerais com intensidade fraca.

Fonte: Notícias Agrícolas - Virgínia Alves