fbpx

Plantio da soja atinge 84% da área no Paraná e lavouras pioram, afirma Deral

Após uma semana sem divulgar seu relatório sobre o avanço do plantio, devido feriados, o Departamento de Economia Rural (Deral), estima agora que o plantio da safra 2020/2021 de soja atinge 84% da área estimada 5,558 milhões de hectares. O plantio está mais lento em relação ao mesmo período do ano passado, quando atingia 89% da área.

Duas semanas atrás, o último relatório divulgado apontava para um ritmo de plantio na casa de 61% no estado.

A produção da safra de soja em 2020/2021 foi estimada em 20,499 milhões de toneladas, contra 20,752 milhões de toneladas da safra anterior, com uma queda de 1%. A produtividade média foi estimada em 3.688 quilos por hectare, abaixo dos 3.792 quilos registrados na última safra.

Quem mais plantou

Até o momento o núcleo regional de Campo Mourão plantou até agora 98,7% da área de 690 mil hectares de soja. Na mesma época do ano passado já tinha terminado a semeadura.

Depois aparecem: Apucarana, Maringá e Francisco Beltrão, ambos com 97% das áreas plantadas. Ainda completam a lista acima dos 90%: Umuarama (96%), Paranavaí (95%), Cascavel com 93%, Laranjeiras do Sul com 92% e por fim Ivaiporã, com 90%.

Quem menos plantou

Irati é o núcleo que menos plantou soja até o momento, com 40% da área de 190 mil hectares semeados. Na mesma época do ano passado tinham plantado 60%. Londrina também está bastante atrasada, já que semeou apenas 57% da área de 320 mil hectares, contra os 90% do ano passado.

Qualidade das lavouras

Segundo o Deral, 73% das lavouras de soja estão com boas condições de desenvolvimento, 23% em situação média e 2% em condições ruins. Na mesma época do ano passado elas estavam: 77% das lavouras em boas condições, 19% em condições médias e 4% em condições ruins.

Duas semanas atrás os era bem melhores que os atuais, ou seja, 83% estavam em 83% em condições boas de desenvolvimento, 16% em situação média e 1% em situação ruim.

As lavouras se dividem entre as fases de germinação (28%), crescimento vegetativo (71%) e floração (1%).

Fonte: DERAL PARANÀ