fbpx

Drones fazem o trabalho de 500 agricultores

“Se estiver muito longe e não pudermos acessá-lo por estrada, enviaremos um drone para verificar”

A utilização dos drones na produção de óleo de palma pode substituir o trabalho de 500 agricultores na Ásia, segundo informações do Aerodyne Group, em um texto publicado no portal chinês AgroPages. Eles explicam que as imagens coletadas de drones voando até 400 metros acima dos dendezeiros ajudam a empresa a detectar incêndios em áreas remotas e inacessíveis. 

Faz parte de uma iniciativa tecnológica que catapulta o óleo de palma, o óleo vegetal mais consumido no mundo, da dependência do trabalho manual ao processo de tornar-se um dos mercados que mais crescem para aeronaves comerciais não tripuladas. “Monitoramos imagens de satélite duas vezes por dia e, se houver algum ponto quente perto de nossos limites, alertaremos a plantação para agir”, disse Narayanan Ramanathan, vice-presidente sênior de consultoria de plantação de Genting. “Se estiver muito longe e não pudermos acessá-lo por estrada, enviaremos um drone para verificar”, completa.

Com as plantações de dendezeiros espalhadas por cerca de 22,3 milhões de hectares ) da Malásia e Indonésia – uma área quase do tamanho do Reino Unido- a indústria representa um terreno fértil para as vendas de drones. As indústrias agrícolas foram responsáveis por mais de um quarto dos US$ 2,67 bilhões em vendas de drones comerciais em 2016, segundo a Allied Market Research. A demanda crescerá cerca de 22% ao ano, atingindo US$ 2,44 bilhões até 2022, afirma. 

“Nos próximos anos, o uso de drones comerciais em plantações de óleo de palma está prestes a mostrar um enorme potencial”, disse Yash Doshi, que monitora o setor aeroespacial e de defesa da Allied Market Research em Pune, Índia, em um email. 


SEGURO AGRÍCOLA
Com a necessidade do produtor rural ter um seguro de lavoura sem burocracia, de fácil contratação e que protegesse seus altos investimentos contra intempéries climáticas, a SEGURAGRO inovou os serviços de atendimento e assessoria na contratação de seguro agrícola de lavouras para culturas de soja, milho, trigo, feijão, café, cana-de-açúcar e outras culturas.

SAIBA MAIS SOBRE SEGUROS AGRÍCOLAS

Fonte: Agrolink