fbpx

Conheça as empresas que mais liquidaram grãos

COFCO foi a líder das exportações

Com a temporada de grãos 2018/2019 terminando em março, o Ministério da Agricultura e pesca da Argentina listou as principais exportadoras que mais liquidaram grãos no último ano comercial. Nesse cenário, segundo uma publicação do portal Agrofy News, a COFCO é a empresa que lidera o ranking de exportação com 15% do total de vendas. 

Esse percentual representou para o agroexportador a comercialização de 14,2 milhões de toneladas, segundo os dados. Além disso, o relatório elaborado pela Rosario Stock Exchange indica que a Cargill seguiu, com operações de quase 11,9 milhões de toneladas ou 12% do volume total, e a ADM com 11,2 milhões de toneladas. 

Na sequência está a Bunge com 9,5 milhões de toneladas, enquanto o quinto lugar é a Oil General Deheza (AGD), com 8,7 milhões de toneladas.  “Na segunda metade dos dez primeiros, está na posição número seis em Vicentín, com 8,4 milhões de toneladas, uma empresa que passou em 2019 uma situação de estresse financeiro que a levou a paralisar suas atividades”, disseram os responsáveis. 

As quatro principais empresas exportadoras concentram 48% do total de vendas externas da Argentina, detalham na Bolsa de Valores de Rosário. Por sua vez, os dez principais membros representaram 91% do negócio total de exportação de grãos e produtos derivados de origem argentina durante a campanha 2018/19. 

Em relação ao complexo da soja, o relatório detalhou que o primeiro lugar no ranking é mantido pela Aceitera General Deheza (AGD), com vendas externas de 5,1 milhões de toneladas. A seguir, segue Oleaginosa Moreno, com operações de 5,0 milhões de toneladas. 


SEGURO AGRÍCOLA
Com a necessidade do produtor rural ter um seguro de lavoura sem burocracia, de fácil contratação e que protegesse seus altos investimentos contra intempéries climáticas, a SEGURAGRO inovou os serviços de atendimento e assessoria na contratação de seguro agrícola de lavouras para culturas de soja, milho, trigo, feijão, café, cana-de-açúcar e outras culturas.

SAIBA MAIS SOBRE SEGUROS AGRÍCOLAS

Fonte: Agrolink