fbpx

“Com vírus ou sem vírus, nosso produtor precisa colher a sua safra”

Em entrevista para o Marcas e Máquinas, Paulo Herrmann, Presidente da John Deere do Brasil diz que o Agro continua em campo, trabalhando

Em entrevista ao jornalista Frederico Olivi, do programa Marcas e Máquinas, Paulo Hermann considera que a epidemia do coronavírus tenderá a atingir ao agricultor de uma maneira mais amena “devido à caracteristica de seu trabalho, que é junto ao ar livre, junto à natureza”.

Otimista por natureza, Herrmann tem transmitido uma mensagem para que todos mantenham a calma e prudência, e trabalhem na prevenção contra a disseminação do vírus e de notícias alarmantes. 

“Com vírus ou sem vírus, nosso produtor precisa colher a safra. O mundo continuará precisando se alimentar, então digo que, sim, estamos atentos, mas nossos agricultores não vão parar. Estamos no campo, operando, colhendo, plantando a safrinha. Como a agricultura está no interior e está a céu aberto, o impacto será muito menor”, comenta.

John Deere X Coronavírus

A John Deere Brasil criou uma sala de crise para discutir os acontecimentos do impacto do coronavírus na sociedade brasileira e já recomendou a todos os seus revendedores que revejam seus planos de atender seus clientes através de eventos, e que, por hora, devem ser cancelados.

Hermann não esconde a preocupação com a nossa economia, pois será difícil que o Brasil não sofra com essas medidas drásticas de contenção do fluxo de pessoas e cargas a nível global, e que essa contenção pode trazer impacto negativo no PIB deste ano, causando mais um ano de retração na economia.

Fonte: Notícias Agrícolas