fbpx

Cascas de banana podem limpar água

Um  estudo da Universidade de Aveiro (UA), em Portugal, descobriu que cascas de banana são capazes de limpar águas contaminadas com metais pesados, principalmente o mercúrio. De acordo com a revista local Vida Rural, as cascas de banana são compostas por celulose, lenhina e hemicelulose, que têm grupos funcionais que captam o mercúrio da água.

De acordo a investigadora Elaine Fabre “o que as diferencia [cascas de bananas] dos outros materiais biológicos é que as mesmas são mais ricas em grupos de enxofre e o mercúrio tem elevada afinidade por esse elemento”. É por este motivo que “estas cascas são tão eficientes na remoção de mercúrio da água”.



As cascas de banana são inseridas a partir do processo de sorção, que envolvem a retenção de um composto de uma fase fluída na superfície de um sólido, e pode ser aplicada a estações de tratamento de águas residuais, em efluentes industriais ou qualquer outro sistema que contenha águas contaminadas, de acordo com a Vida Rural. Neste cenário, os pesquisadores indicaram que basta colocar as cascas em contacto com a água contaminada por um determinado período de tempo e elas farão a limpeza.

“A capacidade das cascas de banana de absorver Hg (II) também foi examinada em águas reais, como água do mar e águas residuais, o que confirmou a viabilidade do biossorvente. Além disso, uma unidade em duas etapas de contracorrente foi proposta para a aplicação de cascas de banana como biossorvente em tratamentos de água para remoção de mercúrio”, indicou o resumo do artigo.

Fonte: DP