fbpx

Campeão de soja colheu mais de 118 sacas/ha

A 13ª edição do Fórum do Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB) aconteceu de forma on-line e apresentou os campeões de produtividade no Brasil. Neste ano foram 5.204 mil inscrições, número 18,3% maior do que o realizado no ano passado, quando participaram 4.400 sojicultores.

Neste ano o título de campeão de alta produtividade do CESB é Laércio Dalla Vechia, da Fazenda Santa Terezinha, de Mangueirinha (PR). O produtor colheu 118,82 sacas por hectare.

Sem segredos

Dalla Vechia tem uma área de 250 hectares, com 190 hectares de lavoura. Ele ressalta que a alta produtividade não tem segredo. Ele aplica rotação de culturas, investe em manejo e monitoramento e destaca que o sojicultor tem que conhecer as realidades de sua lavoura e fazer o básico bem feito. “Ano após ano vamos nos desafiando e alcançando bons números e o que é mais importante: com sustentabilidade. Não tem segredo”, diz.

O professor Ricardo Balardin, doutor em Ciências da Colheita e do Solo e Patologia Vegetal, pela Michigan State University, destacou alguns fatores que fazem a diferença entre os grandes produtores, focados em tecnologia, análise do perfil de solo, manejos e sustentabilidade.Entre os elementos que contribuem para o bom desempenho está a ecoeficiência, o impacto econômico da cultura.

Enquanto cada produtor da Região Sul teve em média um retorno de R$ 1,50 a cada real investido, o campeão de produtividade atingiu R$ 2,80 a cada real investido. Clima, boas cultivares, estrutura de solo, profundidade de semeadura e aplicação de fertilizante, plantabilidade (com cerca de 83% das plantas em ótima condição) e práticas agrícolas adequadas de manejo. “Tem um trabalho técnico, agronômico e a família, porque essa é a base de tudo e que incentiva a tudo”, destaca o professor.

O Desafio de Alta Produtividade do CESB busca produzir mais e no mesmo espaço, utilizando pesquisas, tecnologias e a sustentabilidade como pilares para alcance dos maiores índices de produtividade de soja. A média atual de produtividade nacional de soja está em 50 sacas por hectare. Em 2019 o grande vencedor foi o produtor Maurício De Bortoli, de Cruz Alta (RS) com 123, 88 sacas por hectare.

Fonte: Agrolink