fbpx

Boletim do clima para os próximos dias

A semana começa com muito calor  e fortes pancadas de chuva no Centro-Oeste do Brasil. No Mato Grosso do Sul o calor foi destaque para o domingo.

Na metade sul do Sul do Brasil, a semana começa com muita instabilidade. O Rio Grande do Sul novamente será destaque pelo volume acumulado e os temporais. Até o fim da semana podem ocorrer registros maiores que 70mm no interior gaúcho, principalmente na fronteira oeste e na divisa com Santa Catarina.

Há também previsão para chuva entre o estado catarinense e a metade sul de Minas, no Centro-Oeste e na região Norte, mas os volumes são baixos e as pancadas pontuais. No Nordeste, mais uma semana de tempo seco. As temperaturas vão ficar bem elevadas no centro-norte do país. No Rio Grande do Sul, como chove bastante a temperatura não consegue subir muito.

Confira abaixo como fica a previsão para os próximos dias nas regiões do Brasil.

REGIÃO SUDESTE

04/11
Na segunda-feira as instabilidades atuam no interior do Sudeste. Tem previsão para rápidas pancadas de chuva no Triângulo Mineiro, no oeste de Minas, no norte e oeste paulistas e no litoral de São Paulo.

05/11
Na terça-feira, uma frente fria avança pelo oceano, favorecendo a formação de tempestades por boa parte do Sudeste. As chuvas ocorrem na forma de pancadas, mas devem começar a aparecer mais cedo, entre a manhã e início da tarde, acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento.

Previsão estendida
Na quarta, um fluxo de umidade do norte do Brasil chega à São Paulo, favorecendo chuvas fortes e que geram volumes significativos, principalmente no oeste e no norte do estado. Nas outras áreas paulistas, no Rio de Janeiro, no Espírito Santo e na metade sul de Minas ainda chove, mas de maneira isolada e com menos intensidade que no dia anterior. O norte mineiro segue com o tempo firme e com as temperaturas elevadas. No leste de São Paulo as temperaturas não conseguem subir muito por causa dos ventos mais frios que chegam do sul. Na quinta-feira ainda tem previsão para chuva forte entre o Rio de Janeiro e o sul de Minas. O tempo segue instável até o fim de semana, mas com pancadas pontuais e alternadas por períodos de tempo firme na maior parte do Sudeste. Apenas no norte de Minas Gerais é que o tempo fica mais firme e com temperaturas elevadas em todos os dias.

REGIÃO SUL

04/11
A semana começa com tempo muito instável e com chuva espalhada por boa parte do Sul do Brasil. Há previsão de rajadas de vento na casa dos 60km/h no norte e noroeste gaúcho, oeste catarinense e também no Paraná.

05/11
Na terça-feira, o fluxo de umidade que vem da amazônia, combinada com a instabilidade local, mantém o tempo fechado entre o noroeste do Rio Grande do Sul e o centro do Paraná. Por conta disso, chove forte nessas áreas ao longo do dia, mas principalmente na parte da manhã, gerando grandes acumulados. 

Previsão estendida
Na quarta-feira as pancadas de chuva perdem intensidade na Região Sul. Mesmo assim, ainda chove entre o noroeste do Rio Grande do Sul e o norte do Paraná, com volumes baixos e de maneira isolada e alternadas por períodos de tempo firme, com sol. No leste e sul de Santa Catarina e nas outras áreas gaúchas o sol aparece e as temperaturas sobem à tarde, mas não há condições para calor extremo ou baixa umidade relativa do ar. Nos próximos dias, a instabilidade se afasta e as chuvas vão ficando mais esparsas, porém ainda chove no Paraná. As temperaturas continuam mais baixas por conta dos ventos de sul e da grande quantidade de nuvens, que impedem o calor do sol.

REGIÃO CENTRO-OESTE

04/11
Na segunda-feira, um corredor de umidade da Amazônia que se conecta a uma frente fria no Sudeste ainda deixa muitas nuvens e chuvas em forma de pancadas isoladas no Centro-Oeste. 

05/11
O fluxo de umidade que vem da Amazônia começa a se mover para norte, chegando ao leste da Região Centro Oeste. Com isso, as chuvas ficam mais intensas e o tempo mais fechado no extremo sul do Mato Grosso do Sul.

Previsão estendida
Na quarta-feira as pancadas de chuva continuam espalhadas pelo Centro-Oeste. O sol aparece na maior parte do dia e as nuvens que se formam podem até provocar rápidos temporais com trovoadas, mas os volumes acumulados não devem ser significativos. Na fronteira com o Paraguai a chuva é mais intensa. Como ainda temos a presença do sol, mesmo com previsão de chuva a sensação será de calor e tempo abafado. Os próximos dias serão marcados por instabilidades no Centro-Oeste e ainda há potencial para pancadas isoladas em todos os estados, porém, com volumes baixos. O calor continua em todos os estados.

REGIÃO NORDESTE

04/11
A semana começa com tempo firme na maior parte do Nordeste. O sol aparece, tem poucas nuvens e as temperaturas sobem rapidamente. Os índices de umidade relativa do ar ficam abaixo do ideal no interior da Região.

05/11
Tempo segue firme na maior parte do nordeste. Risco de chuvas isolada apenas pelo Maranhão e extremo oeste da Bahia. 

Previsão estendida
Na quarta-feira praticamente sem mudanças sobre o Nordeste do Brasil. A chuva continua concentrada no Maranhão e também entre Salvador e Maceió, porém de forma fraca e isolada. No restante da Região, o sol continua brilhando forte e com baixa umidade nas horas mais quentes do dia. Até o final da semana, o predomínio é de tempo firme na região, com pancadas isoladas pela faixa mais ao norte e litorânea do Nordeste.

REGIÃO NORTE

04/11
Na segunda-feira, chuvas aumentam de intensidade em Roraima, com destaque para Boa Vista, por causa da influência da Zona de Convergência Intertropical.

05/11
Na terça-feira, chuvas mais significativas acontecem entre Roraima e norte do Amazonas. Por outro lado, pancadas ficam bem mais isoladas no Tocantins e no interior do Pará. Mais um dia quente e abafado em todos os estados da Região.

Previsão estendida
Na quarta-feira a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) começa a influenciar o tempo no Amapá e aumenta a condição de chuva. Os volumes são mais significativos e a chuva é mais frequente. Os outros estados da Região também recebem pancadas de chuva, mas com menores volumes acumulados, porém, acompanhadas por trovoadas. Tempo segue instável na região, com risco de temporais durante a tarde até pelo menos o fim de semana.

Com informações de Somar Meteorologia.

Fonte: Assessoria de Imprensa