fbpx

Após pausa nas chuvas, Matopiba deve receber acumulados entre 100 e 300 mm nos próximos dias

Após ter alguns dias de tempo estável e pausa nos volumes expressivos, a previsão indica que nos próximos dias deve voltar a chover de maneira expressiva nos quatro estados do Matopiba. “Nesta semana, as condições já são mais favoráveis e a chuva está voltando a se formar no Tocantins, Maranhão, norte do Piauí e oeste da Bahia”, destaca o meteorologista Matheus Manente, da Oráculo Meteorologia. A trégua dos últimos dias foi importante para que os serviços de colheitas avançassem na região. 

 As chuvas voltam acontecer na região por conta da junção de dois fenômenos. Segundo Matheus, um é a passagem de uma frente fria pelo continente, que ajuda a alinhar a circulação e a convergência de umidade sobre a região, e a outra é a oscilação de Madden-Julian, que facilitará a formação de tempestades no Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país ao longo das próximas semanas.

De acordo com as previsões da Oráculo, nas próximas duas são esperadas a formação de chuvas entre 100 e 300 milímetros de precipitação em toda a região produtora, sendo os maiores acumulados previstos para o Tocantins e Maranhão. 



O modelo aponta ainda que até dia 10 de abril, oeste da Bahia pode ter chuvas entre 30 e 50 milímetros de precipitação. Já no norte do Piauí, a tendência é de volumes baixos, com acumulados previstos de até 30 mm em todo o estado. Já no período entre dia 10 e 15 de abril, a tendência é que os volumes fiquem mais expressivos em todoss estados. No Tocantins as chuvas devem ficar entre 50 e 100 mm, podendo ser registrados acumulados maiores apenas no leste.

Já no Maranhão, as chuvas serão ainda mais volumosas em todo o estado, com precipitação de 100 mm em sua maior parte, podendo ainda ser registradas chuvas de 200 m em alguns pontos. Também neste período passará a chover em todo o Piauí, com acmulados acima de 100 mm e as mesmas tendências são esperadas para a Bahia. 

Entre o 15 e 20 de abril, os modelos da Oráculo apontam a diminuição nos volumes, mas seguem mostrando chuvas expressivas em todo o Matopiba. Todos os estados deverão registrar acumulados de até 100 milímetros. No caso da Bahia, o mapa aponta chuvas apenas para a região produtora do estado.