Abraleite: preço do leite subiu, mas alta dos insumos é preocupante

Presidente da entidade alerta para desânimo no setor para o começo de 2021, já que insumos permanecem mais caros e há incerteza sobre a demanda após o fim do auxílio emergencial

O preço do leite pago ao produtor voltou a subir em dezembro e registrou alta de 4% na comparação com novembro. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o valor acumula alta de mais de 52% ao ano.

Apesar dessa alta, a Associação Brasileira do Produtores de Leite (Abraleite) alerta que o aumento do custo de produção tem desanimado diversos produtores.” O custo de produção aumentou proporcionalmente muito mais, principalmente os insumos das nossas rações, como milho e soja, que dificultaram muito para os nossos produtores e somados a outros fatores nos deixam bastante apreensivos no ano de 2021”, disse o presidente da entidade, Geraldo Borges.

Com o fim do auxílio emergencial, o padrão de consumo do brasileiro deve mudar e a demanda por leite pode ser menor. “Também temos a arroba bovina com preço muito competitivo,  fazendo com o que o produtor saia da atividade. O produtor que diminui a produção pode indicar algum desabastecimento na cadeia”, completou

Por fim, Borges alerta para a entrada de leite importado no Brasil. “Precisamos que essas importações não prejudiquem nossa cadeia, e conseguimos isso com um equilíbrio dos insumos dolarizados. Fazemos votos para que em 2021 essa dificuldade não seja como as que tivemos nos últimos meses”, finalizou.

Fonte: Canal Rural