Segunda-Feira, 23 de Julho de 2018
Agroindústria
Primeira fábrica de fertilizante organomineral com tecnologia Embrapa inaugura em maio
21/12/2016
Fertilizante: eficácia e sustentabilidade - Foto: Alexandre Esteves
No próximo mês de maio, será inaugurada no DF a primeira fábrica de fertilizante organomineral com tecnologia Embrapa, a Organogran. Seguindo um modelo de inovação aberta, a Embrapa Solos (RJ), em parceria com a Calderon Consulting, desenvolveram um fertilizante que poderá ser produzido em escala industrial. "Foi a parceria perfeita, porque de um lado, tínhamos a fórmula e Calderon tinha a tecnologia de montagem industrial. Com isso foi possível gerar um produto pronto para chegar ao consumidor final", explica Denise Werneck, chefe da área de Transferência de Tecnologia da Embrapa Solos. A OrganoGran estará localizada no PAD-DF, na DF-130, numa área de 40mil metros quadrados, com capacidade de produção de 25mil toneladas/ano.

"Esse produto nos chamou muita atenção em função de ser uma tecnologia revolucionária para o setor, prezando pelo alto desempenho e pela sustentabilidade", explica o diretor da Organogran, Luciano Conceição.

O pesquisador da Embrapa Solos, Vinicius Benites, dá mais detalhes do produto que pode ser à base de cama de frango ou dejetos suínos. "Os organominerais proporcionam sustentabilidade na produção agrícola por proporcionar a redução em até 10% do uso de fertilizantes químicos, por potencializar a ação microbiana e disponibilizar mais nutrientes no solo. O rendimento do fertilizante é, ainda, 15% superior se comparado aos fertilizantes normalmente utilizados pelos produtores", afirma.

Aproveitando diversos resíduos orgânicos de agroindústrias, criação de animais, restos agrícolas etc. os fertilizantes organominerais são processados, estabilizados e devolvidos aos solos na forma de nutrientes. Com isso, reduzem o impacto ambiental da atividade agropecuária e elevam os índices de produtividade do solo. Por ter a vantagem de ser sustentável, foi depositado o pedido de patente "verde" internacional, a ser reconhecida internacionalmente.

Segundo o Luciano Conceição, a alta eficiência do produto e seu caráter sustentável foram os fatores decisivos para que o empresário – que atua no agronegócio há 28 anos – investisse na construção da fábrica.

"Fertilizaremos o solo dos produtores com matéria orgânica, NPK e micronutrientes simultaneamente, com um fertilizante organomineral granulado, sem qualquer restrição ao uso em plantadeiras", planeja Conceição.

O empresário também estuda futuramente desenvolver fórmulas específicas para qualquer cultura ou recuperação de solo. "Esse fertilizante é um produto moderno, eficiente, com melhor custo benefício e sustentável. Pretendemos atender propriedades do Distrito Federal e entorno, produtores de grãos, hortifrutigranjeiros e pecuaristas que precisem recuperar pastagens". Apostando muito no produto, Conceição já planeja criar a segunda unidade da fábrica em Anápolis, em Goiás.
FONTE: Embrapa
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: