Domingo, 18 de Novembro de 2018
Logística
Mudanças na destinação dos recursos do Fundersul preocupam setor produtivo
09/09/2016
Para presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, tema prejudica o setor

A divulgação da possível mudança na destinação dos recursos do Fundersul – Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul preocupa o setor produtivo. O imposto é cobrado dos produtores rurais e tem como objetivo inicial a melhoria da infraestrutura nas rodovias do estado.

O novo texto, aprovado pela Assembleia Legislativa, prevê que os valores arrecadados podem ser usados em outros projetos que não atendem diretamente o meio rural.

Para a Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária de MS, produtores rurais e entidades representativas do agro deveriam ser consultados em relação ao tema, já que um dos principais gargalos da agropecuária brasileira e, em especial, da sul-mato-grossense é a logística de transporte, da produção e insumos até as propriedades. A questão compromete a competitividade dos produtores que, a cada dia, demonstram sua eficiência no aumento da produtividade e produção, além da geração de emprego e renda para todo o Estado.

O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, observa que as mudanças afetam negativamente o setor produtivo. “Fomos surpreendidos com essa possibilidade que modifica a distribuição e aplicação dos recursos oriundos do Fundersul, porque será uma alteração de finalidade. A Famasul não concorda e acredita não ser justo que, mais uma vez, o setor seja prejudicado”.

A liberdade do uso das receitas na zona urbana foge do princípio básico da constituição do Fundersul, que é atender às necessidades do setor rural.

O texto agora segue para sanção do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, e a Famasul espera sensibilidade por parte do governo com o setor que tem sido responsável pela manutenção dos resultados econômicos positivos do estado.

“Se não bastassem as dificuldades enfrentadas pela agropecuária estadual, no que diz respeito à deficiência logística, incide sobre a sua produção uma carga tributária muito alta, principalmente se comparada à situação dos principais estados e países concorrentes”, finaliza.
FONTE: Famasul
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: