Domingo, 21 de Janeiro de 2018
Editorial
#FocoRural: Destaques da Redação desta segunda-feira, 18/07/2016
18/07/2016
Bom dia leitores. Estes são alguns destaques da Redação do Foco Rural para esta segunda-feira, 18 de julho de 2016.

#Produção
MT seguirá líder nacional até 2026

Com expansões projetadas em dois dígitos, Mato Grosso seguirá, por pelo menos mais dez anos, o maior produtor de grãos e fibras do Brasil, conforme o Segundo o estudo Brasil – Projeções do Agronegócio 2015/16 a 2025/26, apresentado dia 15 pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O ganho em produção virá das principais culturas/commodities já conhecidas e que já fazem do Estado o maior produtor nacional como milho segunda safra, soja e algodão. Mas na próxima década, Mato Grosso receberá grande contribuição da cana-de-açúcar, que unida às demais, poderá somar oferta total de 95 milhões de toneladas na safra 2025/2026. O Estado assumiu a liderança no início dos anos 2.000.. (Diário de Cuiabá)

#Estoque
Reservas de arroz estão em níveis críticos

De acordo com o economista e produtor rural Gilberto Pilecco, “as reservas de alimento (arroz) então em níveis críticos”. No entanto, ele aponta que o mercado mundial nesta temporada 2016/17 está operando encima da produção futura, que está projetada para ser uma safra cheia com 480,72 milhões de toneladas (segundo relatório de junho da USDA, o Departamento de Agricultura dos EUA). (Agrolink)

#Mercado
Soja inicia semana na Bolsa de Chicago registrando baixas de dois dígitos nesta 2ª feira

Nesta segunda-feira (18), o mercado da soja na Bolsa de Chicago começa a semana trabalhando em campo negativo e registrando baixas signficativas. Por volta das 8h (horário de Brasília), os principais vencimentos perdiam mais de 12 pontos, levando o agosto/16 a US$ 10,53 por bushel e o novembro/16, referência para a nova safra dos EUA, a US$ 10,43. (Notícias Agrícolas)

#Feijão
Oferta de feijão deve ficar estagnada nos próximos 10 anos, diz Mapa

A produção de feijão deve se manter estagnada pelo menos nos próximos dez anos. A informação está em relatório divulgado nesta sexta-feira (15/7) pelo Ministério da Agricultura (Mapa), com as projeções para o setor agropecuário até a safra 2025/2026.(Revista Globo Rural)

FONTE: Redação Foco Rural
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: