Segunda-Feira, 27 de Maio de 2019
Pesquisa e Desenvolvimento
Gene saltador é responsável por mistério da cor vermelha do milho
11/03/2019
Um mistério envolve o milho. Uma mutação genética natural faz com que os pigmentos vermelhos apareçam em várias partes do vegetal, como grãos, espigas, folhas e até mesmo caules. Até aí, tudo bem, o problema é que essa característica, sem explicação aparente, desaparece após algumas gerações. A questão agora foi esclarecida, graças a um trabalho publicado na The Plant Cell por pesquisadores da Pennsylvania State University. Os cientistas descobriram que o gene responsável pela pigmentação é controlado por um transposon – ou um gene saltador. Os transposons são sequências de DNA que se movem de um local do genoma para outro e podem influenciar a expressão de outros genes.

Gene da cana responsável por acelerar crescimento é descoberto

A descoberta do gene saltador do milho
Plantas de milho mutantes, que apresentavam a cor vermelha, foram identificadas em 1960 na Universidade de Minnesota. Sementes desse milho “pintado de vermelho” atravessaram gerações e chegaram aos estudiosos da Pennsylvania State University em 1997. Entretanto, os pesquisadores notaram que alguns descendentes da planta-mãe de Minnesota não apresentavam a pigmentação e investigaram a genética do cereal por mais de de 20 anos.

Surinder Chopra, autor principal do artigo publicado, liderou os esforços. Ele identificou que uma engenhosa reação em cadeia resulta na cor vermelha nas plantas. O gene Ufo1, que também está presente em sorgo, arroz e milheto é controlado por um transposon, ou gene saltador. Quando o transposon está presente, o Ufo 1 ativa um outro gene chamado pericarpo color1 ou p1. Essa sequência de três passos determina a cor vermelha no milho.

Entretanto, como o transposon muda de posição, de uma geração a outra ele pode se afastar do Ufo 1. Nesse caso, o esse trecho do DNA do grão não passará para o P1 a ordem de produzir o pigmento e a planta filha, estranhamente, não apresentará essa característica. No futuro, porém, se o gene saltador voltar à posição original, o processo acontece normalmente. Essa é a principal razão pela qual o mistério da cor vermelha do milho persistiu por tanto tempo.
Gene saltador pode auxiliar no melhoramento genético de plantas

A descoberta do gene que dá cor vermelha aos grãos de milho é um salto na ciência básica, porque pode ser valiosa para o melhoramento de plantas. Os pesquisadores acreditam que o gene misterioso que desencadeia os pigmentos vermelhos mutantes do milho pode ser um “regulador mestre” responsável também por uma acumulação excessiva de açúcares e um aumento de um inseticida natural na folha.

“Aprender sobre o que controla a regulação desses genes nos aproximará muito mais de um processo real de melhoramento, no qual podemos mexer na expressão gênica para obter maior teor de açúcar, proteção contra pragas ou melhorar a produção de biocombustíveis”, disse Chopra ao Penn State News.
FONTE: CIB
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: