Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Sustentabilidade e Meio Ambiente
Glifosato é "eliminado do organismo" em 3 horas, diz estudo
28/08/2018
“O maior valor encontrado nas amostras foi de 0,007 mg/kg".
Um estudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou que os resquícios do defensivo químico glifosato são “eliminados do organismo” depois de três horas do contato do ser humano com o agroquímico. De acordo com o professor Paulo Cesar Pires Rosa, os resultados foram positivos e mostraram que o glifosato não tem a periculosidade que se pensava.

"O glifosato não é cumulativo. Depois de três horas da exposição, é praticamente todo eliminado do organismo", explicou.

A pesquisa analisou a urina de 30 produtores rurais de uma das principais regiões produtoras de grãos do estado do Mato Grosso e constatou traços do produto em apenas 11% das amostras. Além disso, segundo os pesquisadores, elas estavam em níveis inferiores aos estipulados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os idealizadores afirmam que o nível de Ingestão Diária Aceitável (IDA) foi menor também do que o estipulado e permitido pelas agências reguladoras dos Estados Unidos e da União Europeia. Os norte-americanos permitem um limite tolerável de 1,75 mg/kg/dia de glifosato e os europeus 0,3 mg/kg/dia.

“O maior valor encontrado nas amostras foi de 0,007 mg/kg, enquanto que no Brasil, de acordo com a Anvisa, foi estabelecida uma IDA de 0,042 mg/kg (42ng/mL)”, diz o relatório.

No dia 3 de agosto, a juíza substituta da 7ª Vara do Distrito Federal, Luciana Raquel Tolentino de Moura atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) para que todos os agroquímicos à base de glifosato fossem proibidos no Brasil. A medida vale por 30 dias ou até a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizar a reavaliação do defensivo.

O projeto foi financiado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), "A Aprosoja arcou com os custos de reagentes e materiais para analisar essas amostras. E o sindicato rural indicou os trabalhadores, segundo os nossos critérios de inclusão e exclusão", conclui o professor.
FONTE: Agrolink
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: