Sábado, 17 de Novembro de 2018
Pecuária
Como aumentar o lucro e ter sucesso no confinamento
31/07/2018
O confinamento é uma técnica que deve e pode ser utilizada para engorda dos animais. Mas como garantir o lucro nesse sistema?

O número de animais confinados no Brasil, tem crescido ano após ano. Entretanto, a maior parte dos pecuaristas ainda se perguntam e as vezes “perdem o sono” para descobrir como ter lucro e garantir o sucesso.

O confinamento é uma excelente técnica para quem quer garantir a produção de arrobas em um curto espaço de tempo e terras. O sistema permite que o pecuarista aumente o seu ágio com animais produzindo mais arrobas em um período médio de 80-120 dias de cocho.

Por se tratar de um período tão curto, é preciso que o pecuarista tenha um planejamento e conduzir de forma a proporcionar o máximo ganho de peso dos animais que irá permitir o seu retorno sobre o capital investido.

Confinar não é ter um curral cheio de bois magros e um cocho cheio de ração, confinar é arte!

O confinamento tem crescido e deixou de ser visto apenas para engorda e terminação dos animais. Ele já é utilizado também para garantir o ganho desejado na recria dos animais para reposição da fazenda ou a precocidade sexual das fêmeas.

Existem inúmeras tecnologias para o confinamento, em termos de dieta, com volumoso e inclusão de baixo à alto nível de concentrado e até mesmo engorda com puro grão sem a utilização de volumoso.

Independente do tipo de dieta adotada, sabendo que não existe uma receita de bolo para essa dieta, alguns outros fatores são fundamentais para garantir o lucro e retorno do capital.

Vamos abordar aqui de forma rápida os principais pontos para se garantir o lucro dentro desse sistema:

Qualidade genética dos animais – é fato que animais geneticamente superiores tem desempenho zootécnico melhor no confinamento, com melhores ganhos em peso, conversão alimentar e eficiência biológica.

Manejo dos animais no pré confinamento – animais suplementados á pasto antes do confinamento tem desempenho superior no confinamento, principalmente quando se avaliam índices de desempenho como conversão alimentar, eficiência biológico, ganho em carcaça e quantidades de arrobas produzidas no período de confinamento.

Planejamento alimentar do confinamento –fundamental que seja feito antes do início do confinamento, com compra estratégica de insumos e definição de insumos substitutos para composição das dietas.

Manejo de fornecimento da dieta – deve ser definido de acordo com a estrutura física do confinamento, quantidade e qualidade dos equipamentos disponíveis, variação média da temperatura ambiente e verificado regularmente por uma equipe externa ao confinamento.

Controle de fornecimento de dieta e custos do confinamento – devem ser controlados diariamente através de planilhas e/ou programas de computador, através da emissão de relatórios diários que devem ser analisados pela equipe do confinamento e também por uma equipe externa.

Avaliações constantes de desempenho – coletadas regularmente e analisadas como o objetivo de verificar se o que foi programado esta sendo alcançado. Em resumo, antes de confinar os animais é preciso ter planejamento das ações para poder garantir a maximização dos lucros e o sucesso no sistema.
FONTE: Rural
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: