Sábado, 21 de Julho de 2018
Agronegócio
Burocracia trava 30% do crédito para agricultura familiar
27/06/2018
Apesar de anunciar um volume cada vez maior de recursos para financiar a agricultura familiar brasileira, o governo não consegue garantir que esse dinheiro chegue efetivamente ao produtor. Nas últimas cinco safras, cerca de 30% de todo crédito oferecido não foi acessado. Em média, menos de R$ 22 bilhões chegaram até os agricultores familiares a cada temporada desde 2013. O problema, segundo o ex-secretário nacional de Agricultura Familiar e oficial da FAO para o sul do país, Valter Bianchini, está na burocracia dos bancos e na falta de investimentos na assistência técnica e extensão rural. Ele comentou com exclusividade ao Canal Rural o Plano Safra 2018/2019 da Agricultura Familiar anunciado nesta terça-feira, dia 26, em Brasília, que destinou R$ 31 bilhões para o setor a partir de 1º de julho.

“O Banco do Brasil, principalmente, tem passado por uma restruturação e tem sido mais rígido para liberar crédito. Também acontece com outros bancos, nas cooperativas, há rigidez maior, há mais exigência, grande preocupação com inadimplência e a crise na assistência técnica. Se voltar a ter recursos para assistência técnica, com apoio da ATER, poderemos ter trabalho de orientação e fazer com que haja retomada no uso do crédito para fazer inovação, criar renda, e trazer mais produção pro Brasil”.

Ele lamentou a estagnação do acesso ao crédito rural por agricultores familiares e também o fato de que cada vez menos produtores têm conseguido pegar o dinheiro nos bancos. “O governo lança 31 bilhões, mas o problema é que os recursos estão estabilizados em 22 bilhões. E tem caído ano a ano bastante número de contratos. Nos últimos cinco anos caíram quase 800 mil contratos. Hoje a gente faz em torno de 1,2 milhão de operações. Esses são os problemas que a gestão vai ter que resolver. Como ampliar de fato a liberação de recursos, ampliar o número de contratos para incluir mais agricultores no Pronaf”, pontuou.

Na safra que será encerrada no próximo domingo, dia 30 de junho, foram disponibilizados R$ 30 bilhões para a agricultura familiar e apenas R$ 20,3 bilhões foram acessados até agora por menos de 1,2 milhão de produtores. Na safra 2016/2017, com mesmo volume de recursos, o acesso foi um pouco maior: R$ 21,6 bilhões. Em 2015/2016, o valor ficou em R$ 21,9, com 1,6 milhão de contratos. A temporada 2014/2015 foi a mais expressiva na história recente, com R$ 23,8 bilhões liberados em 1,8 operações. Na safra imediatamente anterior, 2013/2014, os recursos financiados foram de R$ 21,7 bilhões. Os dados são do Banco Central.
FONTE: Canal Rural
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: