Sexta-Feira, 27 de Abril de 2018
Pecuária
Quantas cabeças de gado por hectare?
31/01/2018
A criação de gado é uma atividade que exige investimentos constantes em técnicas de manejo e melhoramento genético para ampliar a produção e aumentar a qualidade do produto final. O criador precisa conhecer seus animais, a capacidade produtiva, os recursos disponíveis e acompanhar as inovações do meio para tomar decisões certeiras que otimizem os resultados.

Um dos principais pontos que deve ser considerado no gerenciamento de uma fazenda de gado envolve a quantidade de cabeças de gado por hectare. Para esta decisão é importante conhecer o contexto da criação e a capacidade do espaço que se tem disponível. Trata-se de uma questão fundamental, pois se relaciona diretamente com os ganhos do negócio.

Sabemos que a pastagem para criação de gado deve receber uma atenção especial. Existem variáveis que precisam ser analisadas ao se determinar a distribuição dos animais no pasto. Veja quais são elas e como devem ser observadas.

Variáveis para determinar a quantidade de cabeças de gado por hectare

Qualidade da vegetação – diferente do que muita gente pensa, o espaço não é o fator determinante na decisão de quantas cabeças de gado podem ocupar um hectare, pois o que mais conta é a qualidade e a quantidade de alimento disponível. Não adianta deixar um animal em um grande território, mas com a pastagem degradada. Sendo assim, saiba analisar o volume e o tipo de forragem que dispõe. Existem casos em que é aconselhada uma reforma do pasto.

Qualidade do solo – saber qual a composição do seu solo é importante para mensurar a capacidade de recuperação da pastagem. É recomendada a análise do solo, que irá indicar possíveis carências que influenciem na renovação da forragem e revelem a necessidade de adubação.

Pecuária leiteira ou de corte - considerar o tipo de gado que será colocado no pasto é importante, pois gado de corte e gado de leite possui necessidades nutricionais diferentes. Os animais direcionados a produção de leite tendem a consumir mais alimento que os de corte.
Como escolher o melhor tipo de pecuária

A escolha do tipo de pecuária que será aplicada na sua fazenda faz toda a diferença na criação de gado. Os principais sistemas são:

Pecuária intensiva – trata-se de um sistema em que o animal é criado em confinamento, sendo concentrado grande número de animais em um pequeno espaço, e o alimento dado pelo criador.
Pecuária extensiva – os animais são criados no pasto e a alimentação pode ser enriquecida com sal mineral.

Outra opção de sistema, que pode ser adotado como uma alternativa quando se tem muitos animais e pouco espaço, é o pastejo rotacionado. Neste tipo de sistema a área de pasto é dividida em piquetes e os animais permanecem em cada um por um tempo determinado, e posteriormente são transferidos para outro – assim que passarem por todos os piquetes, o primeiro já estará recuperado, podendo receber o gado novamente. O pastejo rotacionado pode ser adotado para a criação de gado de corte ou de leite.
FONTE: Fazenda Sant´Anna
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: