Sábado, 21 de Julho de 2018
Legislação e Política
Agricultura estaria amolecendo o coração de Trump
19/01/2018
Secretário da Agricultura dos EUA diz que Trump compreendeu a importância do NAFTA para os produtores do país.

O presidente americano Donald Trump começa a perceber que o NAFTA traz benefícios para os Estados Unidos, particularmente no setor agropecuário, apesar de permanecer firme na exigência de rever os termos do acordo.

A avaliação é do secretário de Agricultura dos EUA, Sonny Perdue, que diz que Trump, na campanha à Presidência, provavelmente “acreditava que o NAFTA não era bom para nenhum setor da economia americana”, mas “agora compreendeu que a agricultura tem, sim, sido beneficiada pelo acordo internacional”.

As negociações para renovar o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio serão reiniciadas no Canadá ainda neste mês, mas o futuro do bloco econômico é incerto. Tanto Donald Trump quanto o presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, disseram na semana passada que preferem renegociar do que romper o pacto comercial com Canadá e México, mas Trump reiterou a ameaça de abandonar tudo. Alguns negociadores canadenses acreditam que Trump está na iminência de anunciar a retirada dos Estados Unidos do NAFTA.

Uma visão mais aberta do presidente americano em relação ao comércio não deve ser confundida com amolecimento na mesa de negociações, assegura o secretário Perdue. Mesmo assim, as palavras dele trazem alguma esperança para lobistas da agricultura e outros apoiadores do NAFTA, que têm alertado que o eventual fim do acordo terá dolorosas consequências econômicas.

Considerado um dos políticos mais favoráveis ao livre comércio na atual administração, Perdue tem conversado pelo menos uma vez por semana com o secretário do Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, que é o negociador-chefe do NAFTA, e com outros altos oficiais da Casa Branca.

Perdue diz que as negociações têm avançado e que o Canadá, em particular, está aprendendo a não subestimar Trump.

“Já obtivemos algumas concessões dos mexicanos. Os canadenses têm sido mais reticentes, mas acredito que também acabarão por ceder. Acho que houve um momento em que eles acreditaram que alguns lobistas e outros simplesmente dominariam o presidente Trump, levando-o a pensar que o NAFTA está ótimo assim e que não precisamos fazer nada”.

A lista de demandas americanas para renegociar o NAFTA incluem o desmantelamento do sistema de produção de leite no Canadá, que é controlado por meio de cotas e tarifas.

O Canadá “está percebendo agora que o presidente Trump fala sério quando defende o comércio livre e justo”, assegura Perdue. “Chegou um ponto em que eles sabem que terão de negociar algumas questões colocadas à mesa”.

O presidente Trump esteve perto de abandonar o NAFTA no ano passado, mas mudou de ideia após ver um mapa que mostrava áreas agrícolas no coração do país que dependem de cláusulas do tratado. O Canadá é o maior cliente dos bens agrícolas americanos, enquanto o México ocupa a terceira posição – segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.
FONTE: Gazeta do Povo
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: