Terça-Feira, 19 de Junho de 2018
Economia e Mercado Agrícola
Só Argentina pode salvar preços no curto prazo
08/01/2018
Para Grabanski, clima no Brasil é bom não fará diferença para o mercado e falta muito para a safra americana.

O analista de mercado Ray Grabanski, presidente da Progressive Ag, em Fargo, na Dakota do Norte, sugeriu em coluna no site Agriculture.com fazer uma retrospectiva sobre o ano de 2017 para poder fazer um prognóstico para o mercado de grãos em 2018. A análise foi publicada no site Agriculture.com.

Para o analista, no caso do milho, houve um recorde de produtividade em 2016 que se repetiu em 2017 chegando a uma produção total de 2,5 bilhões de bushels. “A demanda por milho é boa, mas com uma oferta tão grande devido a alta produtividade, a demanda não está crescendo suficientemente rápido para usar todos esses grãos”, sublinhou Grabanski.

No caso da soja, as condições de produtividade foram boas em 2017, mas não superaram as de 2016. “Nós construímos estoques de soja apesar da demanda maior antecipada nos últimos anos”, assinalou o analista, ressaltando que pela primeira vez na história haverá uma sobra de 400 milhões de bushels. “Nós estamos vendo o USDA aumentar a previsão de estoques devido a demanda fraca. Infelizmente, ao menos que essa situação mude, nós devemos ver maiores aumentos de estoques finais de soja”, previu Grabanski.

Agora, para ter mais certeza do que pode ocorrer com os preços, devemos esperar a safra americana, que inicia em Março e deve se estender até Novembro. “A cada cinco anos ocorre uma problema de produção de grãos que tem uma redução de 10% na produtividade. A cada 20 anos, vemos um problema de produtividade com queda de 20% na produtividade”, ressaltou.

Ele ainda comentou que soja, milho e trigo representam cerca de 80% da área agrícola dos Estados Unidos, mas que os cultivos alternativos podem ganhar mais força com os preços atuais das três principais commodities agrícolas. A única esperança no momento para recuperação de preços antes do início da safra americana é a Argentina. “A previsão é de clima intermitentemente quente por períodos extensos”, concluiu Grabanski.
FONTE: Agrolink
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: