Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Clima
Chuvas destroem metade da lavoura de sojicultor no Paraná
03/11/2017
Foto do produtor, dentro da cratera aberta pela erosão, viralizou nas redes sociais e gerou comoção entre agricultores.
A região oeste do Paraná recebeu um volume muito grande de chuvas nos últimos dias. Alguns municípios chegaram a registrar, em 24 horas, mais de 300 milímetros de precipitações, muito superior à média histórica do mês inteiro. O impacto deste excesso sobre as lavouras de soja da região foi brutal e milhares de imagens de plantações devastadas, pontes submersas, e verdadeiros rios de lama foram compartilhadas por produtores via WhatsApp.

No entanto, uma destas imagens viralizou, justamente pelo tamanho da erosão causada pelas chuvas. Na imagem que ilustra esta notícia, o homem dentro do buraco é o sojicultor Mauro José Paetzold, de Colônia Melissa, região oeste do Paraná. Por lá, em 24 horas, choveu mais de 280 milímetros afirmou o Sindicato Rural de Cascavel e confirmou a empresa Somar Meteorologia.

Os pouco mais de 50 hectares de Paetzold fica justamente em uma região mais baixa, fator que agravou os problemas. “Não tinha o que fazer. Nem a melhor técnica agropecuária teria evitado isso. Toda a água das outras propriedades mais altas, escorreu pra lá. Parecia um rio”, contou ele.

Quando a reportagem do Projeto Soja Brasil entrou em contato, o sojicultor já estava em campo, levantando os prejuízos e começando a arrumar os estragos ocorridos entre o dia 30 e 31 de outubro. “Não sei por onde começar. Metade da minha área terá que ser replantada. Fora que ainda terei que aterrar e corrigir a área com erosão. Terei que plantar para pagar tudo isso. Lucro eu duvido que terei este ano”, explica ele.

A entrevista com Paetzold foi curta e não poderia ser de outra maneira, afinal ele tem muito trabalho pela frente, junto com seus três filhos. Mas, apesar do abatimento notório de sua voz, ele se mostrou determinado a superar este obstáculo e se manter na atividade agrícola. “Não podemos deixar o ânimo cair. Somos produtores e sempre seremos. Agora é arrumar as coisas e voltar a plantar”, garante.

Reconstrução
Depois que as chuvas pararam, nesta quinta dia 2, os trabalhos de reparo nas lavouras ganharam um ritmo forte na propriedade de Paetzold. O vídeo mostra como o produtor está aterrando o buraco causado pela erosão e as fotos mostram a área sendo ajeitada para o replantio.
FONTE: Soja Brasil
NOTÍCIAS RELACIONADAS
VER TODAS

Cadastre-se e receba gratuitamente as atualizações do Foco Rural em seu e-mail

Após o preenchimento de seu nome e e-mail, clique no botão CADASTRAR. Você receberá um e-mail para confirmação do cadastro. Caso não receba o e-mail, verifique sua Caixa de Spam. O recebimento de nossa newsletter depende da sua confirmação. Confira nossos Termos de Uso.


Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
® 2011-2015. Foco Rural – O homem do campo bem informado. Todos os direitos reservados.
DESENVOLVIDO POR:
X
Enviar notícia por e-mail
*Meu Nome:
*E-mail Rementente:
*E-mail Destinatário: